terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Um retrato vivo de Cristo

Nesta página queremos dizer uma palavra a respeito do Novo Testamento. O Novo Testamento é simplesmente um retrato vivo de uma pessoa. Essa pessoa é maravilhosa demais. Ele é tanto Deus quanto homem. Ele é o amalgamar de Deus com o homem, porque nele a natureza divina e a natureza humana estão mescladas. Ele é o Rei, e Ele é o escravo. Ele é maravilhoso!
Nenhum ser humano jamais falou como Ele palavras tão profundas, porém tão claras. Por exemplo, Jesus disse: “Eu sou a luz do mundo” “Eu sou o pão da vida” (Jo 8: 12 e 6: 35). Platão e Confúcio foram dois grandes filósofos e as pessoas apreciavam o que eles diziam, mas nenhum deles poderia dizer: “Eu sou a luz do mundo”. Ninguém mais poderia dizer: “Eu sou a vida, ou “Eu sou o caminho”, ou “Eu sou a verdade”. Essas são palavras simples e sentenças curtas, mas são excelentes e profundas. Só Jesus pôde dizer essas coisas.
Ninguém pode esgotar em palavras o que Jesus é. Quem mais na história tem quatro biografias excepcionais? Embora o Novo Testamento seja um pequeno livro, ele começa com quatro biografias de uma pessoa, quatro livros narrando a vida de Cristo.
Por que temos quatro Evangelhos? Porque Cristo tem pelo menos quatro aspectos principais. Cristo é excelente! Ele é complexo e insondavelmente rico; por isso Ele precisa de varias biografias. Mateus, Marcos, Lucas e João apresentam aspectos diferentes de Cristo, porque cada escritor era um tipo diferente de pessoa. Mateus, por exemplo, era um coletar de impostos. Entre os judeus nos tempos antigos, um coletar de impostos era uma pessoa desprezada. Entretanto Mateus escreveu a primeira biografia de Cristo.
Marcos era um homem comum, e Lucas um médico e um gentio. No início, João era um pescador comum, mas finalmente tornou-se um apóstolo maduro e experimentado. Cada qual escreveu uma biografia diferente sobre o mesmo Cristo. Essa Pessoa viva só poderia ser descrita por meio de muitas biografias.
O livro de Atos registra a expansão dessa Pessoa maravilhosa. Nele vemos que Cristo expandiu-se de uma Pessoa para milhares e milhares de pessoas. Outrora Ele era o Cristo individual, mas em Atos tornou-se um Cristo corporativo. Após Atos, temos todas as Epístolas, que dão uma completa definição desse Homem maravilhoso, universal e vasto. Cristo é a Cabeça e a igreja é o Corpo: esse é o Homem Universal, Cristo e a igreja. Finalmente, temos o livro de Apocalipse como a consumação do Novo Testamento. Esse livro nos apresenta uma figura completa do Cristo-Corpo, o Cristo individual mesclado com todos os Seus membros para se tornar a Nova Jerusalém.
Voltemos aos quatro Evangelhos. Muitos começariam lendo o Novo testamento por João, porque João é maravilhoso. É um livro de vida. Depois leríamos Lucas porque Lucas é um livro do Salvador, falando-nos de muitos casos de salvação. Então, é claro, iríamos para Marcos porque Marcos é curto e simples. As pessoas lêem Mateus por último porque Mateus é muito difícil, muito misterioso. Entretanto, a sequência divina é melhor. Deus colocou Mateus primeiro.
O esboço geral de Mateus é: Cristo é Jeová Deus encarnado para ser o Salvador-Rei que veio para estabelecer o Reino dos céus (o governo celestial), salvando Seu povo do pecado (da rebelião) por meio da Sua morte e ressurreição.
Em cada livro da Bíblia também precisamos encontrar o pensamento central. O pensamento central de Mateus é:
Cristo, como Jesus (Jeová, o Salvador) e Emanuel (Deus conosco), é o Rei, o que batiza, a luz, o Mestre, o que cura, o que perdoa, o Noivo, o Pastor, o Amigo, a sabedoria, o descanso, o templo maior, o Davi verdadeiro, o Senhor do sábado, o Jonas maior, o Salomão maior, o Semeador, a Semente, o Alimentador, o pão, as migalhas sob a mesa, o Cristo, o Filho do Deus vivo, a rocha para a igreja, o Edificador da igreja, o Fundador do Reino, o Moisés atual, a principal pedra angular, o Senhor, o Ressurreto, Aquele com autoridade e o Sempiterno para Seu povo.
Quão rico Cristo é no livro de Mateus, até mesmo mais rico que em João. Como Jesus e Emanuel, Ele é ainda outros trinta e três itens para nós. Devemos desfrutá-lo e participar Dele. Precisamos experimentá-lo em todos os seus aspectos, em ressurreição, não no estado natural. Ele é o Sempiterno. Mateus começa com “Deus conosco” e finaliza com “E eis que estou convosco todos os dias até a consumação dos séculos” Cristo é maravilhoso.
Falaremos mais sobre o Cristo de Mateus.

1 comentários:

martins111 disse...

PLEASE - READ THE BOOK OF THE HOLY SPIRIT TRUE. GREETINGS IN JESUS CHRIST. JOHN. http://livrodoespiritosanto.webnode.com.br/
Só posso dizer para os meus irmãos o que o Senhor, depois de trinta anos de resistência, me convenceu. O Deus, o anjo, o homem que: cria a dor, o sofrimento e a morte é um diabo. O homem, o anjo, o Deus que oferece a sua vida para não causar tais situações ao semelhante, esse tal é um em União com DEUS PAI SUPREMO BEM. No Bem. Não existe Mal. A Paz do Senhor Jesus. Continue com, em e para Cristo. Um abraço. João Joaquim Martins. “Ai dos que ao MAL chamam BEM e ao BEM, MAL! Que fazem da ESCURIDADE LUZ, e da LUZ, ESCURIDADE, e fazem do AMARGO DOCE, e do DOCE, AMARGO! Isaías 5:20”.

Postar um comentário